Café com Lesbiandades - "A Ditadura da Beleza"

| |
Brrrrr... a chuva veio e com ela...o frio! É tempo de trocar banhos gelados por “cobertor de orelha”... Dormir encaixadinha, dentro do abraço gostoso que zela e faz sonhar... Sonhar sonhos dourados e despreocupados, onde as almas... gêmeas amantes, desprendem dos corpos e viajam mundos, oriundos do desejo de estar, simplesmente junto de alguém. Ai ai... Eu já disse que quero um amor?!?! Mas... enquanto ela não vem... Olá crianças! Quinta-feira veio à jato. No vácuo... Tia Charlotte está de volta para a hora do recreio. kkk....


Minhas lindas, esta semana “tive um encontro” com um moço... Uêêêpaaa!!! Calma... por favor sem conclusões precipitadas meninas! Tá tudo bem! Minha “ID” tá legal... Sem crise! Nada D+...kkkk... Foi só um “Cafezinho”... Ok, eu explico!

Na verdade, o moço em questão é Augusto Cury... (risos). Professor, pesquisador, psiquiatra e um dos escritores de minha biblioteca. Nos últimos dias, li: “A Ditadura da Beleza e a revolução das mulheres”. Aí, me vi tentada a propor a discussão desse tema aqui, no nosso “LesboSpace”. E, para não correr o risco de plágio, já que venho de leitura recente, o “convidei” (espero que não se importem) para fazer o “Café com Lesbiandades” conosco... Sisters, em debate: “A Ditadura da Beleza”.

Cury, em seu romance, discute a problemática através da saga de Sarah. Uma jovem e talentosa modelo, obcecada por uma aparência física perfeita... “Perigo à vista!!!”... Alguém já ouviu falar em “Síndrome PIB (Padrão Inatingível de Beleza)?!”... Patologia emergente do doentio padrão de aparência imposto pela mídia... indústria do consumo... máfia que massacra a auto-estima e faz adoecer.

Com a plalavra... "o moço"



“O padrão inatingível de beleza, amplamente difundido pela mídia, penetrou no inconsciente coletivo das pessoas e as aprisionou no único lugar em que não é admissível ser prisioneiro: dentro de si mesmas... Essa ditadura assassina a auto-estima, asfixia o prazer de viver, produz uma guerra com o espelho e gera uma auto-rejeição profunda... O homens controlaram e feriram as mulheres em quase todas as sociedades. Agora, eles produziram uma sociedade de consumo inumana, que usa o corpo da mulher, e não sua inteligência, para divulgar seus produtos e serviços. Esse sistema não tem por objetivo produzir pessoas resolvidas, saudáveis e felizes: a ele interessam as insatisfeitas consigo mesmas, pois quanto mais ansiosas , mais consumistas se tornam.”


Querida Sarah


“Eu sou obesa e, como muitas pessoas obesas, me sentia intensamente rejeitada, excluída. Quando criança, me chamavam de “elefante branco”. Nunca mais esqueci que me trataram como um animal e não como um ser humano. Era a melhor aluna da classe, mas a mais infeliz. Tinha vergonha de mim e ódio do mundo.”

“Sou economista, mas embora fosse eficiente no trabalho, me substituíram por uma jovem mais bonita e com salário menor.”

“Sou advogado e tenho grande sucesso profissional, mas estou falido emocionalmente. Minha filha Rosie está com anorexia nervosa e se recusa a comer porque não quer engordar. Cobrei demais que ela emagrecesse quando estava gordinha. Tinha medo de ela não ser aceita socialmente. Hoje, choro ao ver seu corpo caquético e imploro para que ela se alimente, mas minhas palavras não encontram eco no seu coração.”

“Fomos caladas, feridas, tolhidas, tratadas sem dignidade por gerações de homens. Não queremos diminuí-los, deslocá-los ou subjugá-los. Queremos apenas ter o direito de ser amadas e tratadas com igualdade. O séc. XX, foi um período de grandes conquistas para as mulheres. Nos transformamos sem alarde na maior força da sociedade. Agora, em pleno séc. XXI, a sociedade de consumo, que ajudamos a construir, infectou nossa alma com um vírus que nos fez escravas. O corpo da mulher vende tudo hoje, só não vende auto-estima para elas mesmas.”


Que venha a "Democracia da Beleza"


[dovewomen.jpg]

Beleza sim, claro! Porém no sentido amplo da palavra, considerando sua essência e diversidade. Somos livres para fazer escolhas e conquistar o que nos dá prazer. Cada mulher é linda ao seu modo, tem seu jeito especial de ser, sua anatomia própria, e deve se amar, se contemplar e curtir intensamente a vida. Deve se olhar no espelho sem medo, não se rejeitar, mas admirar sua beleza e força interior. Sentir-se bela é um estado de espírito, um treinamento da emoção, um exercício intelectual e afetivo dos olhos de quem observa. A força da mulher se encontra na sutileza da sensibilidade, na audácia da criatividade e na intensidade da solidariedade. Mulheres, como não se apaixonar por elas!!! Viva a "democracia"!

Agora é com vocês, meus amores!

Fiquem a vontade...

Para pessoas iluminadas... muitos Beijos!

18 comentários:

Hipólita disse...

Charlotte, arrasou no post!
Eu acho que essa "ditadura da beleza" é culpa nossa tbm!
A gente se influencia, se deixa levar por essas padrões impostos por pessoas influentes sim, mas que são minoria.
Duvido que se houvessem outras Drew Barrymores da vida , se esses padrões seriam os mesmos, ou melhor, duvido até que haveriam padrões!!!

OBS: Tive um ataque de risos quando vi a figura turbinada da Monalisa!
Tá igual a uma garota que eu conheço!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Beijão!

Dhara disse...

Oba, a Facu deu uma folga. Vida de estudante não é fácil.
Oi Charlotte, saudades desse espaço, sumi né? Sentiu minha falta?
Uau, pra variar arrazou no post. Augusto Cury, gosto muito. Já leu o Futuro da Humanidade? É dele também, muito interessante. Eu li vários livros dele mas esse, na linha do romance, gostei mais. Ainda não li "A Ditadura da Beleza". Agora depois do seu texto estou tentada. Acho que será minha próxima leitura. Muito engraçada essa Monalisa...kkkkkkk

Odeio os padrões de beleza imposto pela mídia. Concordo com a Hipólita. Nós alimentamos eles. Tanta gente de talento se sacrificando pela beleza superficial. Que venha a Democracia da Beleza. Temos muito mais que embalagem pra mostrar. Temos conteúdo.

Charllie... posso chamá-la assim?kkk... Senti falta de ler vc.
Um beijo amor

Jô disse...

Olá charlotte! Saiba que sou sua fã, gosto muito da forma como vc escreve. Aliás amo esse espaço. O encontrei quando procurava informações sobre a série The L Word, minha paixão. Sempre leio o que vcs escrevem aqui, mais nunca tive coragem de comentar. Não me acho boa com as palavras. Mas, essa semana, com esse tema que já li várias vezes...rsrs.. Senti vontade de falar.
Sabe, ele tem tudo a ver comigo. Sofro com essa ditadura da beleza desde criança. Sou escrava do regime há muitos anos e por causa disso não tenho qualidade de vida pois vivo no efeito sanfona. Agora penso até em fazer aquela cirurgia de estômago mas, tenho medo. E, ainda tem minha opção sexual. Aí que não me enquadro mesmo. Uma gorda lésbica, muito difícil. Não gosto nem de sair de casa. Minha vida é trabalhar e viver a solidão. Tenho 35 anos e quase nem tive relacionamentos, solteirona. Na minha família dizem que fiquei pra tia. Trabalho, sou independente financeiramente mas ainda moro com meus pais. Estou me preparando pra morar sozinha mas sempre alguma coisa me impede. Sabe só queria ser valorizada pelo que sou por dentro. Que as pessoas só se importassem com minhas idéias...Não queria esconder ou ter vergonha do que sou.
Desculpem o desabafo. Não tenho pra quem falar de mim dessa forma.
Leio todos os comentários sempre e adoro cada um deles. Quantas experiências!
Obrigada por esse espaço. Com ele já não me sinto tão errada e diferente. Já comprei o livro e estou adorando a leitura apesar de saber que não será suficiente pra sair dessa toca em que me enfiei. O casulo, o quarto escuro, como vc diz no post "ID". Parece até que escreve pra mim e sobre mim toda semana. Por isso me arrisquei comentar. Melhor parar por aqui.
Nossa sou mesmo complicada. Agora sei porque nunca quis comentar. Será que alguém vai ter paciência de ler?
UM beijo pra todas que comentam aqui.

Bel disse...

Essa questão da estética é um problema não é mesmo??

Acredito que todas nós em determinada fase da vida nos vimos "escravas da beleza" não acho isso necessariamente ruim. Talvez seja a forma como cada uma de nós descobre seus limites de adequação ou não a determinado padrão de beleza. O problema está em fazer disso a única possibilidade de felicidade existente.

Penso que padrões vão sempre estar nos atingindo queiramos ou não. Claro poderia ser mais light, menos agressivo sou totalmente a favor da campanha Dove com na foto do texto mas existem mais mistérios nisso do que pode conceber minha mente pecaminosa...

No que me diz respeito já há algum tempo compreendi que algumas de minhas características nunca irão mudar me foram dadas geneticamente. Porém outras são fruto de minhas atitudes se eu como muito engordo, se pouco emagreço, se fico parada me deprimo enfim não penso nisso para me sentir melhor quando olho no espelho ou pela saúde (essa é uma preocupação que só vem com o tempo). Faço porque se estou aqui e acredito na vida toda forma de dor e prazer que ela pode me oferecer é pelo corpo que passará será que isso é ditadura da beleza?? Não sei não...

Não sei se Vivi passará por aqui mas tentei mudar a forma de escrever ok?

Papillon disse...

A Ditadura da Beleza...


Querida Charlotte realmente tudo isso é real e bastante polemico..mas estou aqui pensando o quanto essa Ditadura da Beleza é também cultivada por nos como bem colocou Hipólita ....E quando assistimos The LWord batemos com isso a ser exibido como o normal o comum e que não vejo ser falado aqui no blog...mas, que bom que chegou essa oportunidade para discutir isso...ou mais uma vez apenas fazer pensar sobre o assunto:. Onde estão as gordinhas de The L Words? Temos uma minoria negra, mas uma forte representante para a classe e para os padrões americanos(afinal não é Bahia!)....e o padrão americano da obesidade branca , negra e L... claro que não tem, não agradaria ao padrão que o publico ta buscando!! Estou lembro das criticas sofridas por Tina por pensarem que ela estava gorda e não grávida...Então pergunta em que momento estamos buscando fugir a esses padrão? Queremos agora XENA,não é? Porque estamos cultivando justamente esse tipo de mulher nas nossas fantasias? Sim, claro que desejamos sempre o idealizar para ser feliz...Queremos o produto da propaganda e não lembramos que as propagandas são bastante enganosas, não mesmo?.Não sou contra a beleza com o cuidado ao corpo, com a alimentação saudável, a higiene pessoal e mental...mas a beleza do fazer tudo para isso, da fantasia do linda para sempre, essa é doentia...claro que mulheres lindas cheiros, gostosas são bem vindas sempre ...só que elas são minorias e estão a grande maioria na TV e não ao nosso lado..não podemos pegar e ter..podemos então sonhar..mas vamos sempre viver assim.... vamos respeitar as marcas da vida e do tempo com naturalidade...vamos aguardar a velhice com qualidade de vida e não com bisturi ...Só que se para feliz alguém deseja ser turbinada quem somos nós para dizer não faça? Vai ser feliz meu bem..mas tenha cuidado que o efeito da porção mágica acaba um dia!!! E acho que Bel, tem toda razão ao dizer: O problema está em fazer disso a única possibilidade de felicidade existente. Isso é perfeito....

Tia Charlotte, também estou convidando esse seu amigo para fazer parte do meu comentário, tudo bem para vc?

Diferente de você Tia Charlotte (desculpe minha linda!!) ele não faz parte da minha biblioteca e só tenho dele um pequeno livrinho: Você é Insubstituível- que ganhei carinhosamente de uma amiga... então ganhei e fiz a devida leitura na busca do conhecimento.... realmente sou viciada em leitura kkkk.... mas realmente não me identifico com esse tipo de livro de auto – ajuda ...não quero ser cricri ou chata até porque não conheço esse autor em outro tipo de livro como o romance citado por Tia Charlotte...apenas não faz o meu gênero..mas como lembrei de algo que ele diz no livro acredito que ele cabe aqui nesse momento para minha resposta a tal da Ditadura da Beleza e não me fiz de rogada e trago ele também para mostra que respeito apesar de não ser leitora e conhecedora do cidadão!!!

....“ Algumas pessoas creram que poderiam cultivar a felicidade em laboratório. Isolaram-se do mundo,baniram as pessoas complicadas de sua história e as dificuldades de sua vida. Gritaram:”Estamos livres de problemas!” Mas a felicidade sumiu e deixou-lhes um bilhete: “Eu aprecio o ‘cheiro’ de gente e cresço em meio aos transtornos da vida” .....

Bem vinda Jô e continue aqui comentando e discutindo com a galera....

Meninas, a Vivi comentou esse post, no da Peh...kkkk doidinha essa criaturinha, em?
Alô, Vivi estamos aqui copia e cola!!

Parabéns Chalotte e continue, esse também foi muito bom!!!

Beijos a todas e vamos pensar!!!

P.S. Mesmo MORTA...mas, Viva com essa loucura de trabalho não podia deixar de passar aqui hoje....acabei de acordar com o celular e resolvi escrever e voltarei depois para caminha.

amtafonso disse...

Olá...bom dia desde Portugal...
Não tenho muito o hábito de comentar os post, porque escrevo de forma diferente de vcs, tento mudar um pouco, porque se usar termos daqui de Portugal podem não me perceber...decidi comentar este...nem sei bem porquê (talvez porque tem muitos dias que olho no espelho e não gosto do que vejo)...

Tinha um ditado antigo por aqui que dizia "gordura é formusura", se perdeu completamente, o que é pena, não pelo sentido de que é mesmo formusura, mas porque as pessoas não ligavam tanto para o aspecto fisico...porque não é esse o aspecto mais importante da beleza...

A beleza mais importante não é a que se vê com os olhos...é a que se vê com o coração...coisa que os midia não mostram, eles vendem a capa e se esquecem de mostrar o conteudo...

Resposta para a Jô
Também vivo um pouco assim com medo de sair de casa, muitas vezes me sinto isolada numa familia de 10 irmãos, fui a única que nunca saiu de casa, já vivo sozinha, mas porque os meus pais morreram, me considero timida, complicada e muitas vezes não gosto do que olho no espelho....mas não acho que por ser lésbica não pode ser gorda, é verdade que nos filmes (não só na série The L Word), mas no geral as lésbicas são sempre lindas e magras, icones de beleza, mas elas são escolhidas entre muitas, e o que mostram na tela nem sempre é a realidade...é o que nós queremos ver...por não gostar de sair de casa, acabei por descobrir uma comunidade no orkut que me tem ajudado muito a vencer a minha timidez...é um grupo virtual, mas ao se vencer num grupo assim fica mais fácil passar para um plano real...te aconselho a fazer o mesmo...se mostra virtualmente, suas ideias, seus gostos...vai ver que ajuda...o mais importante é a gente gostar de nós mesmas...

Para quem não costuma escrever acho que já escrevi demais...

Felicidades para o Blog...

vivi disse...

Olá!!! Meninas, tudo bem, espero e desejo rsrs... "Tia" Charlotte?! Hummm... ha!ha!ha!. Taí gostei!!! Hora do recreio bão também... ainda mais se for prá dormir juntinhas, e sonhar muitoooo... por aqui, já tenho a chuvinha, o friozinho... enfim só falta "ela" rsrs...
Mas... voltando para a nossa realidade. Ai!!! esse assunto... tô pensando, pensando e quanto mais penso... o acho muito amplo... e se for escrever tudo que se passa nessa minha cabeçinha..., isto porque...
Charlotte!!!LINDA!!!... vc prá mim abordou esse assunto de uma maneira ampla e profunda. E isso me tirou um pouco o chão rsrs... É que prá mim essa Ditadura, esse padrão de beleza... tão amplamente divulgado, cobrado... enfim... EXISTE!!! Mas... como não me enquadro nesse PADRÃO DE BELEZA... ... sempre o vi de uma maneira artificial, assim como a própria beleza externa... Me encanta?! Claro que sim. Gosto de ver?! Também...rsrs... Mas é algo momentâneo, exemplo... uma propaganda de shampoo... com aquela mulher/homem lindíssimos... Putz! logo penso... "esse shampoo é mô bom...", aquela guria com uma pele de bumbum de nene... logo penso ...."putz!!! esse creme é bom"... rsrsrs.... Enfim como tantas e tantas outras... mas passa... rsrs... tenho que concordar com Hipólita, a gente se deixa influenciar... quantos shampoos já comprei, quantos cremes já passei kkk ... mas meus cabelos e minha pele continuam os mesmos(as) kkkk.... (Ps.: Hipólita querida, daqui a pouco vou dar uma passadinha no seu espaço, tenho um pedido prá te fazer hehehe... )
O mesmo acontece... com uma mulher... se a vejo como algo só belo, vai ser algo de momento... ainda mais se for daquelas que são tão belas... que utilizam essa beleza e se acham um Ser superior a quem devo agradecer por respirar o mesmo ar que eu... rsrs... essas nem momentâneas são, eu diria que são instantâneas mesmo kkkk....
Claro, minha querida que esse padrão essa ditadura mesmo a vendo de maneira superficial, não quer dizer que eu não a sinta, que cada vez que vejo ... uma Angelina por exemplo... não me sinta hummm... uma vivi na vida né... rsrs...

Mas... para mim...Beleza... é todo um conjunto... quando unimos... o exterior com o interior do ser humano, o que é ser bela?! Bela é olhar para o rosto da pessoa amada e ela para o seu ... e lhe dar um sorriso tão lindo, que não tem como vc não retribuir... e sorrir de volta, um sorriso que nasce de dentro prá fora... e contagia a ela e a todos a sua volta... Ser belo(a)... é sentir... os mais lindos e doces sentimentos... alimenta-los... a ponto de transbordar.... de transparecer... de mudar o seu exterior... de transforma-la... numa pessoa tão linda... aos olhos de quem vê...
Pois é minha linda e iluminada Charlotte... é assim que penso ... na beleza... quanto a Ditadura... sei que ela existe.. e que a DEMOCRACIA DA BELEZA!!!... É fundamental... para mudar esse conceito... e que cada qual viva... e respeite o padrão do que é ser bela(o) de cada um...
.... Beijus... minhas belas e lindas... lez girls... Adoro vocês...

... Puxa!!! imperdoável... esqueci de falar que AMEI!!! a Mona loira e turbinada essa sim... é muito da gostosa né não ha!ha!ha!... beijus Lindas...

vivi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
AmarEla disse...

Bom não sei se vou ajudar muito a Jô, mas Todas as pessoas tem a tendência de engordar quando ficamos mais velhas.
O Meu caso veio bem antes por conta de Um coagulo que tenho na artéria venosa de minha perna direita.
Por ser um coagulo que sempre esta em movimento fica impossível de operar.
Assim passei a tomar Injeções com Base em Cortisona 750 m a cada dois dias.Isto me fez pular no primeiro ano de tratamento de 52 k a 86 k, no segundo ano, pois temos espaços de descanso entre as aplicações, cheguei em 96 k.
Meus amigos quando me viam tinham até um abalo! Hoje mantenho um peso Fixo , pois tenho uma quantidade de cortisona no corpo que deve levar pelo menos 4 anos para ser limpa do organismo.
Nunca mais cheguei ao meu peso e nem tenho ilusões em relação a isto, pois a olhos visto eu emagreço e não perco peso na balança .Chego até a mudar de números de calça e o peso não se abala.
Mas também quando tenho crises de dor e tenho que tomar a tal injeção fico terrivelmente Inchada e isto afugenta qualquer um.Até eu do meu espelho.
Me senti muito triste quando isto aconteceu , ainda mais que sempre fui uma pessoa namoradora .
Vi o que sofriam as pessoas que não tinham o "peso" ou aparência ideal.Nunca liguei muito , pois eu gostava de gente mais cheinha , com algo pra se pegar, e acabava ficando bonitinho uma magrela com uma gordinha.
Mas ver você mesma na condição de gordinha foi barra. o pior me isolei tb, só não hibernei como boa ursa que tinha me tornado , porque meu amigos não me davam paz.
Cheguei a querer abandonar o tratamento , mas a possibilidade de perder minha perna não deixou.
Eu tenho uma natureza anarquista e sempre fui muito independente. Coisa que percebo que tu não tens , és mais tímida e dependente que que eu. Tem mulher muitas charmosas que são gordas. elas tem um diferencial , nos trejeitos, nas forma de falar.
Tome a Nana Caime, Maisa gata Mansa, Vera Gimenes... A Mara minha amiga!!! mulheres que quando chegam em um lugar acabam chamando atenção não só pelo espaço que ocupam , mas pelo encantamento que proporcionam.
Se Não podes mudar seu exterior, MUDE SEU INTERIOR.
Pois se ele estiver iluminado, sua claridade vai ofuscar qualquer má impressão que seu exterior puder causar.

Ah sim tem o Seriado Exes & Ohs
Onde uma gordinha que adora bichos é a unica que tem um casamento feliz com uma "gatinha"!!!!
Diferente você querer emagrecer para ter uma saúde melhor, pois ai se torna necessário.
PS agora nem tenho mais cama, meu colchão é no chão, me dá mais espaço e se eu tenho a alegria de ter uma gostosa gordinha nela não quebro a cama!!!

Peh Noir disse...

Olá meninas... Venho observando a todas e lendo com atenção aos comentários... E ando preocupada...

1º Comentários com e-mails e tudo mais serão deletados... Pq? Porque recebemos centenas de visitas diárias e somos poucas a comentar... A internet não é um mar de rosas... É uma atitude de proteção para com as mocinhas ansiosas.

2º A questão de obesidade é uma questão séria e de saúde pública... E deve ser assim levada... Milhões sofrem conseqüências físicas e psicológicas com este mal moderno... Tanto a magreza como a obesidade são extremamente prejudiciais e deixam seqüelas profundas... Infelizmente em nós mulheres... Amo mulheres com curvas.. com volúpia... Mas acreditem... Isso com muita saúde junto.

3º Não somos profissionais de saúde e portanto o que aqui é exposto não é pra ser levado a sério... ao pé da letra... E mais, alguns comportamentos devem ter o tratamento médico (alopata, homeopata) adequado... NÃO somos um divã virtual.

Nosso espaço é de celebração e de diversão... É preciso lembrar disso.

No mais meninas... observem o q as fazem tornar a internet e pessoas desconhecidas como ícones de qualquer coisas... O q NÃO há na vida de vcs q as impelem ao mundo digital?

E cuidado com a internet... Nem todo mundo é respeitoso.


Espero q meu recado seja entendido... e Por favor leiam um livro... vão ao cinema... Namorem!!!

vivi disse...

Oi!!! kkk... Alôôôô!!!! estou aquiiiii.... rsrs... Oi dona Papillon " dedo duro"... tinha que falar né, euzinha aqui estava pensando em fazer o que vc me sugeriu sutilmente... mas... não... a senhorita tinha que avisa-las né...
Ah! se bem, que elas saberiam do mesmo jeito né kkkk...
Papi ... quando li seu comentário, e vc usa o termo cricri... me lembrei que meu tio cantava para mim quando ia visita-lo... "... era mais ou menos assim... a vivi é chata, cricri e pernilongo.... "kkkk.. vou cantar prá vc agora... kkkk...
Ps.: Brincandeirinha... vc sabe que eu te adoro né!!! E ai conseguiu dormir de novo?! rsrs... Então meninas... agora sim... meus dizeres... devidamente copiado e colado no post correto... kkk espero né... senão dona Papillon... já viu né... rsrs...
...Oi!!! meninas... Oi!! Tia Charlotte... nossa como está ficando cada dia mais gostoso esse cantinho não... é gente SUMIDA, aparecendo... a Dhara... dá uma matada na facu vai, mas some não ... hehehe... aiaiai... me esqueci... que tem prof.. na área quer ver vou levar uns puxões de orelhas kkkk... (não leva a sério não hein!!! facu é coisa séria... ) ... mas é muito bom te-la de volta né não tia?! rsrs...
...rsrs... Tem a linda Bel... repaginada rsrs... Oi!!! rsrs... minha querida, volto a dizer que gosto de vc ... como vc sempre comenta... e sinto falta quando vc não o faz... rsrs... (ps.: deixei um recadinho prá ti ... lá no nosso cantinho junto de Papi... ok!)... só não copiei e colei... porque já fiz isso hj kkkk... mas quando puder dá um pulinho lá...
... E também ... tem gente nova ... Oi!!! Jô... tudo bem?! Muito prazer... eu sou a criaturinha doidinha como disse nossa querida papi rsrs...
... Vc nem imagina como fiquei feliz ao ler seu comentário... pois ao faze-lo vc demonstrou confiança, carinho, por Charlotte nossa deusa da informação e por nós que estamos sempre aqui...
Olha, faça-o sempre tá, sinta-se em casa... eu digo isso porque... se vc vem nos acompanhando deve saber que andei sumidinha por uns tempos... coisas da vida, probleminhas.... ah! vc sabe né?! ... como disse Papi, mesmo ausente sempre presente, é ela é cheia dessas coisas sabe... vc não viu agora... Tô morta! mas viva... kkkk... mas é um ser humano incrível. rsrs... que inclusive tem um blog de poesia maravilhoso, acho que vc já conhece.. se não dá um pulinho lá... estamos sempre por lá também hehehe... lá como aqui encontrei, amizade, carinho, sempre uma palavra de conforto... aqui com nossa amada Charlotte... e esse seu jeitinho que vc já sabe né...e que também ama rsrs... e lá com Papillon, minha querida... através da poesia... confesso que um mundo novo prá mim... não sei para vc?!... mas... que muito tem me ajudado... E de coração espero que te ajude também...
Aff!!! já falei demais não... Charlotte... daqui a pouco vai levantar uma bandeirinha... STOP!!!... rsrs...

Linda... Charlotte!!!
Lindo... Post!!!
Lindas ... Les girls....
Beijus no coração de todas...

Pannda do Yemem disse...

Peh Noir,
mais uma vez gosto da sua clareza de idéias... Primeira vez que venho neste blog e gostei de vc ter ressaltado que aqui não é um divã virtual... Entendo que pra muitas pessoas é + fácil (não) se expor na net, mas é o que vc disse, isso não é um mar de rosas e opiniões não qualificadas são perigosas, ainda mais qnd estamos vulneráveis... Sei do que falo, sou psicóloga e aconselho a TODAS que estão com algum sentimento de "inadequação" tomarem bastante cuidado com o que lêem por aí... bom mesmo seria procurar um profissional, mas tenho noção que não é assim tão simples... Abraço.

Papillon disse...

Oi, meninas!!

Realmente isso que Peh colocou como regras deve mesmo serem seguidas...lembro uma vez que coloquei meu msn em um post e quantas pessoas resolveram entrar e foi uma loucura...finalmente retirei o comentário e tudo voltou ao normal...

Então garotas vamos continuar usando esse lugar com cuidado e fazendo nosso comentário ao post...trocar idéia...escrever...falar...isso ajuda...mas, lembrando que aqui não ajuda quem deve buscar um profissional e usa o blog para se esconder...sim, não é fácil tomar essa atitude de busca profissional mas deve ser feita...

Muito bem colocado, Peh!! Blog, não é divã...
Beijos a todas...

Jô disse...

Me desculpe Charlotte. Não pensei que meu desabafo fosse causar tantos transtornos. Viu que não sou mesmo boa com as palavras.

Obrigado meninas por dividir suas experiências e pelas palavras dirigidas a mim.

Pehnoir, entendi o recado. Você tá certa, obrigado.

Peh Noir disse...

Oi Jô... Querida... Seu desabafo não causou transtorno... Trouxe reflexão e isso é bom... Para todos... É assim q se cresce... Q se aprende. Sou muito grata pela sua confiança no espaço... E saiba q recebemos muiiiiiiitos e-mails pedindo conselhos, auxílios... E q na verdade apenas podemos observar... Nada mais, já q não somos aptos a cumprir o papel de auxilio... Somos repletos de limitações e dificuldades... Exatamente como todas.

Um grande abraço e muita clareza em seus passos.

Peh.

Papillon disse...

JÕ,

Sua participação só chegou para ajudar a pensar e saber das nossas limitações...sei que para Chalotte isso não foi transtorno...isso deve fazer com que a Tia Charlotte chegue a amanhã com mais gás e muitas novidades!!

E, agora que vc entrou saiba que a casa é sua e continue participando....

Bjs.

Charlotte disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Charlotte disse...

Oi lindas...
"Tia Charlotte"?... gostarm né?...Sabia...

Nossa, me perdoem queridas... O tic tac do tempo não me permitiu estar por aqui...
Mas...rsrs...Continua por lá...

Pingar o BlogBlogs

pro seu blog

Copyright © 2008 The L Word - Blog Brasil. All Rights Reserved