Sou lésbica! E dai?

| |

No mês passado no maior jornal de Portugal, o Expresso, a apresentadora do talk show Curto-Circuito, Solange F, passou a ser uma das seis mulheres que assumem a sua homossexualidade. Nesta capa temos a manchete "Sou lésbica! E então?".




Embora o artigo esteja centrado principalmente em Solange, também perfila um punhado de outras lésbicas fora do armário em Portugal. "Seis lésbicas saem do armário publicamente pela primeira vez em Portugal", o jornal informa na introdução. "Algumas delas têm filhos de relacionamentos anteriores heterossexuais e outras querem tornar-se mães através de inseminação artificial. A nova geração se assume mais cedo com planos de se casarem e querem igualdade de direitos. Todas elas querem ser vistas como pessoas completamente normais".



Quando perguntada por que razão ela decidiu fazer isso, Solange disse no vídeo:


"Eu fiz isto porque penso que há uma grande quantidade de pessoas que têm medo de serem felizes. É o medo do que outras pessoas possam pensar, elas ficam receosos de sofrerem discriminação. A pergunta que tenho para elas é: Por quanto tempo se vai adiar a felicidade? e para que a preocupação? Todos deveriam agir como se sentem, com sua cabeça erguida. Sempre. O amor pode conquistar qualquer coisa. Boa sorte ! ".


E quanto à foto da escada - Alguém pode imediatamente pensar, "Quantas lésbicas Portuguesas são necessárias para trocar uma lâmpada ?" Não sabem? Eu quero muitas mais, hein?


Adoraria ver uma escada como esta com nossas célebres e outras tantas. Ah! Esqueci... Elas são todas Bi, e dai?! Han hamm. E na verdade para que levantar bandeira brasucas Lez Girls? Nosso país é um caldeirão efervescente de igualdade, de direitos civis, de equilíbrio social. É um impávido colosso e como tal deitado em berço esplêndido ficará. Aleluia, somos afortunadas! Pegaram Lez Girls?!


Fonte reportagem: AfterEllen
Fonte vídeo: ExpressoMultimedia

4 comentários:

Bianca disse...

Cara que perfeito isso...
Mas como o Brasil é um país que é só aparecer na tv que vira moda... isso nao ia funcionar aqui... no dia seguinte apareceriam falsas lésbicas só pq é moda... e ai a coisa ia ficar banalizada!

Susan disse...

Que bom que a Solange saiu do armário.Lembro sempre de assistir o programa dela e o meu gaydar apitar alto,mas ficava me perguntando se o preconceito na tv portuguesa é tão rígido e velado qto no Brasil.

PehNoir disse...

Parece q não... e digo o preconceito Brasileiro é mais perigoso... Pq há uma fleuma, uma não ação na massa, na maioria dos interessados. Claro, tem gente trabalhando e muiito no Brasil pela cidadania GLBT... mas são poucos e eu os considero herois.

Sem contar com esse papo de: Não quero levantar bandeira... Me mata.

A conclusão é q a bandeira fica enrolada... Só aparece na Maior e Mais Festiva Parada Gay do Planeta.

sheila disse...

Incrível!
Porém, nada mais comum do que ter esclarecido em mente o que se quer e onde deseja chegar.
Não acredito que isso "Gay, não gay" ainda está em discussão, é o mesmo que o preconceito racial e etc.
Só deixará de ser teimado quando deixar de ser "espetacular", tão natural quanto pegar na mão de um homem e passear pela praça num sábado ao cair da noite...
Onde estão as luzes?
Os ignorantes não prestariam tanta atenção se não houvesse tanto balão e língua de sogra...
Sorry...

Pingar o BlogBlogs

pro seu blog

Copyright © 2008 The L Word - Blog Brasil. All Rights Reserved