Recaps The L Word Episódio 1x03 - Longing

| |
Estamos outra vez aqui... Recapitulando a nossa série, e nesta semana tanta coisa acontecendo que fica difícil apresentar tudo a vocês... Tivemos a DINAH´08... Movimentadíssima, com todas Lez Girls que fazem e acontecem na web e tv americana participando. No Ourchart cobertura total ao evento DINAH´08 e ao V-Day movement com o cast de The L Word presente e comprometido na apresentação do Vagina Monologues. Só sinto falta de Você Laurel Holloman. Onde você está? Bem, caso alguma de vocês tenham algo novo agradeço se compartilharem conosco a informação...

Aqui na terra Brasilis temos os nossos movimentos e estão acontecendo agora. É Lez Girls, é preciso informar e principalmente participar... Para quem é de São Paulo, acredito que saiba que ocorreu de 11 a 13 de abril a I Conferência Estadual GLBTT, evento que antecede a I Conferência Nacional GLBT, prevista para junho, em Brasília. Que tal participar hein?! Presentes na hora de compartilhar a diversão e o entretenimento, mas também presentes e conscientes nesta estrada repleta de obstáculos. No site GLS Planet há uma entrevista com pessoas engajadas e também informações sobre as conferências em cada Estado deste país Federativo... Como sempre minhas leitoras... Sigam o coelho branco e tomem a pílula vermelha (vocês ainda não pegaram?!).

Enfim, fora toda essa política e engajamento que me envolve nesta semana o Showtime começou a colocar no ar as Promos... Curtas, é verdade, mas a conta gotas vão preenchendo o vacumm existente nestas, que são, viciadas Lez Girls. Eu sou, você não?! Sério?!

E para acabar a Madonna está enlouquecendo a minha cabecinha com vídeos, entrevistas, declarações... Ah Madonna... 50 anos! Viram, tentei cobrir tudo, muita coisa estão ainda aqui no rascunho, sem tempo para publicar, mas aos poucos, durante a madrugada, as notícias mais bacanas deste mundinho pop, lés, tvland... salada mista globalizada aparecerão neste canal... Ai, ai, adoro escrever neste blog.

Pronto acabou a introdução, e vocês querem mesmo é o Recaps do 1x03 Longing ai está ele mulheres... Leiam com calma, apreciem degustando, por que esta série é um delicioso manjar.


Por Scribegrrrl do AfterEllen
e Euzinha mesmo


Jenny (Mia Kirshner)
Alice (Leisha Hailey) Dana (Erin Daniels) Lacey (Tammy Lynn MIchaels)

ESTA SEMANA O VOCABULÁRIO DE THE L WORD TEM:


  • MOCA e LACMA: Logo em uma Starbucks perto de você. Ou o Museu de Arte Contemporânea de Los Angeles e Museu Municipal de Arte, que são aparentemente concorrentes do CAC, o (ficcional) Centro de Arte da Califórnia, onde Bette trabalha.
  • Sous-chef: A pessoa que quer beijar a Dana e torná-la melhor.
  • Caia fora, cadela: Sim, você ouviu.
  • Hex-bian: uma ex-lésbica. Quem não foi em algum instante.
  • Desmantelar: O que Marina faz. Em todos.
  • Homenagem: Será a palavra certa para duas possíveis referências a dois filmes lésbicos?

O PRELÚDIO — Começamos com uma sessão de fotos que fez Scribegrrrl relembrar certas cenas de Gia, e devo dizer que na primeira temporada eu amei essas introduções, um curta (curtíssimo) dentro da série, deveriam voltar com este modelo na última temporada. Bem, voltando a sensual cena, pergunto-me - Quem é essa mulher nua? Ela não é parecida com ninguém do show, a não ser, que uma delas pertença a esta cena de 1986, que foi a data na tela, no início desta montagem. Devemos nos ater aos detalhes. Por que teremos a resposta a esta cena com a continuidade do capítulo.







NA CAMA COM GABBY — Alice parece adorável e sonolenta ao acordar e se oferece para fazer café para Gabby porque foi ela quem dormiu demais. Gabby não é agradável, mas a Alice pós-coito está sonolenta e, por isso, naturalmente, ela não nota. Levanta, Alice: Essa é uma predadora em sua cama, e nem sequer é uma interessante.



O CONTRAPONTO
— Jenny não parece entusiasmada ao se ver acordando com os braços de Tim sob ela. Estou encantada com as caras e olhos expressivos de Mia, parece uma personagem de Mangá, não é? Olhe bem... rosto pequeno, olhos grandes e expressivos... Eles ficam encantadores quando a louca da Jenny exige que Mia vá as lágrimas...





THE PLANET — Marina falando italiano. É assim que ela fala? Quem se importa - ela poderia falar esperanto, aramaico, que seria um som muito bom. Inferno: Quando estamos nos deliciando com Marina, Jenny aparece.




O CAC — Bette está apresentando alguns slides de "Provocations", uma mostra de arte que ela tenta trazer para o CAC. Mas subitamente vemos algo como Queer Folk? Não? Então o que são todos os pênis, couro e chicotes? Ah é verdade: é preciso certificar-se de que ninguém pensa que os homens gays se odeiam. Beleza, mas podemos odiar a pintura?




Bette está linda, e realmente tem uma voz que me embala. Infelizmente seu patrão já providenciou uma outra exposição, intitulada "Impressões de Inverno", e espera o seu sorriso Bette. Seja uma boa menina.






THE PLANET — Todos os amigos de Marina sabem Jenny. Isso por que você se comporta de maneira óbvia, mas ela, Marina, a leva até o seu escritório, a salvo de olhares curiosos. Jenny inicia um discurso de como Tim é importante para ela, e Marina apenas olha para ela. Ok, Jenny, você não sabe o que quer, e tendo Marina a olha-la de tão perto. Ok é assustador mesmo principalmente com Marina sendo tão graciosa e desejando-lhe felicidade. Enquanto isso Alice diz a Shane sobre Gabby (por código cantando "Hey Gabby" para a melodia de "Hey Mickey"). Shane fica incrédula, e eu concordo com ela, mas não é estranho que o tipo de bairro avise alguém sobre uma namorada infiel?








O CLUBE DE TENIS — Dana vai para a cozinha para encontrar a "sopa" chef, que ela beijou no vestiário, na semana passada. A chef (huumm, lembram o nome?) Fica um pouco desatenta e corta seu dedo. Um momento bem gracinha segue, em que a chef fala sobre os perigos do seu trabalho e Dana sente-se nervosa sobre ser vista como uma lésbica. Não muito nervosa, pois pergunta a sous-chef se ela quer sair para jantar, e recebe todos sinais positivos que pode-se dar num momento como esse. São lindas juntas e leve de observar.












THE PLANET — Marina e Tim jogam bilhar. Tim diz: "Obviamente não sou parceiro para você”. Ooooh, sutil.




ALGUM OUTRO BAR — Gabby trata Alice como lixo, tal como Shane disse que faria. Ah, então é Shane o centro moral do show? Hummm.


THE PLANET — Jenny chama ao celular de Tim e Marina responde. Jenny treme. Jenny aparece no The Planet e desmaia. Bem, se você comer agora e depois, talvez você possa parar de cair todo o tempo.









Bette chega; Tina diz a ela que Kit bebeu álcool. Isto, aparentemente, será desenrolado posteriormente, na próxima semana, ou talvez na próxima temporada, porque nenhum dos escritores parecem saber o que fazer com Pam Grier.






TIM E JENNY — Jenny decide acusar Tim de flertar com a Marina, pois dessa forma ela não tem de explicar que ela não desmaiou: Ela derreteu, porque é tudo o que Marina faz.


THE PLANET — Shane está vestindo uma casaco de malha e com um capuz. Bette diz que ela parece um Unabomber. Bwah! Dana diz a todas que ela tem um encontro. Elas passam a criticar a roupa de Dana para o encontro. A atenção desloca-se para Alice, que ainda não sabe se deve despachar Gabby. Elas têm uma
cena pequena de grupo, onde Bette e Tina parecem ser as líderes deste tipo de coisa - Elas, afinal, sabem como é estar em um relacionamento. Shane (e eu), simplesmente sentamos e comemos. Bette continua tentando obter "Provocations". Apenas Peggy Peabody, a bilhonaria, pode ajudar - Alice diz a Bette que Peggy Peabody está em Santa Bárbara. Depois Alice prossegue com o assunto sobre os 45 minutos de orgasmos de um artigo e contempla, observando que todo o conceito é ridículo, porque os dela própria são "curtos e intensos”. Talvez Peggy Peabody possa ajudar a esclarecer isso também.







NA RUATammy Lynn Michaels, que interpreta a Ouro Lacey de Shane, está distribuindo panfletos para avisar todo mundo sobre Shane. Elas se encontram e têm uma grande conversa sobre seu "mal-entendido”. Elas gostaram tanto de transar, isso não significa alguma coisa? Shane diz que não, e estou inclinada a concordar com ela, mas o tipo de Lacey deseja conquistar seu coração. Lacey menciona que ela tentou pendurar um anti-Shane banner no Bar Girl. Onde. Bar Girl o filme?! mas não iriam deixar. Lacey prossegue fazendo uma espécie de imitação do "quem mais me deixou?" Espelho da cena do Bar Girls, mas é engraçado, em vez de patético. Ufa. Shane e Lacey fazem as pazes na calçada, em frente de uma mercearia. Frutas, alguém?


PEGGY PEABODY — Não vou tentar descrever essas cenas, exceto para dizer que elas são perfeitas e foi aqui que parei realmente e vi o show. Estas cenas que seguem, entre Bette e Peggy, são recheadas de bom gosto e inteligência. Suponho que algumas pessoas podem vê-las como pretensiosa - Falando de arte - Bette é levada as lágrimas pela fotografia que foi feita lá na montagem de abertura – Confesso que aí neste momento tive a minha síndrome de Stendhal também, eu percebo a Ela e eu gosto dela. Jennifer Beals faz um trabalho limpo.


















ALICE — Gabby tenta explicar o seu mau comportamento. Alice dá inicio ao discurso planejado com a gang. Ok Gabby, demorou um tempo, mas eventualmente chegou a passo largo... "Caia fora, cadela!" Yeah! Gabby diz algumas coisas na réplica. Alice abaixa a cabeça e segue para seu computador e desenha uma linha sobre o "Chart lésbicos" que vai de Gabby para ... ? Sintonize na próxima semana!





TINA E JENNY — Jenny está usando um assustador óculos. Tina aparece e tenta ser sua amiga, mas Jenny é muito estúpidas para perceber o que ela está fazendo. Tina diz algumas coisas bastante sensatas - Oh, então a moral de Tina é o centro do show? Entendam, preciso descobrir isso... Não entendem?!






Jenny decide ir ver Marina por que alguém falou sobre elas, e parece toda indignada, mas é realmente um bom motivo para ir ver Marina. Quem me dera tivesse um.


THE PLANET — Aparentemente, estamos pensando o que significa a síndrome de Stendhal - "Obtive aquele grau supremo de sensibilidade onde a intimidade divina da arte funde-se na sensualidade ardente da emoção" – São as exatas sensações de Jenny sobre Marina. Jenny diz a Marina que "sempre que [ela] olha para [ela], se sente completamente desmantelada". Isso é bom... Marina, Marina... Uau. Lucinda Williams (Right In Time) começa a cantar. Bom final... Bela música.







PRÓXIMA SEMANA NO RECAPS THE L WORD: Mais sexo com Marina / Jenny; Tina faz um teste de gravidez; Alice responde a um rapaz bacana; algo de errado acontece com Dana e sua paquera.

2 comentários:

Anônimo disse...

Meu Deus!!! lembrei de tanta coisa com esse resumo... Maravilha!!!

E as fotos,tudo de bom.

PehNoir disse...

Olá anônimos... obrigada por postarem... E pelas correções... eu não tenho um revisor e sempre passam erros... pequenos, mas erros, que vou corrigindo depois que posto e sigo lendo e relendo.

Vamos lá, recebi uma solicitação para correção, que foi feita... Lez Girls podem emitir qlq opinião... Este canal é livre.

Existem dúvidas sobre o que é de minha autoria e o que é da autoria da scriiibgirl... Pensei em colocar o q escrevo numa cor distinta (estou vendo q cor). O receio é ficar muito colorido (muita informação visual). Bem, vou chegar a uma solução em breve.

Só para esclarecer a Marina é paixão da scriiiibgirl, portanto a maioria dos comentários são dela,mas há adaptações para nosso humor... pois algumas "piadas norte americanas" não fazem o menor sentido por aqui... Então sempre há minha mão nesta tradução da scriiibgirl.

Além disso faço acréscimos... Isto é, coloco novas observações e suprimo outras... Como disse: é uma salada mista globalizada...

A letra "E" a mais, no nome da atriz, realmente muda alho para bugalhos... Correção feita neste e no Recaps do 1x02, onde há o link para informações sobre a atriz... Nome correto anotado(Tammy Lynn Michaels)... Realmente obrigado...

Adoro quando há participação... Até Lez Girls !!!

Pingar o BlogBlogs

pro seu blog

Copyright © 2008 The L Word - Blog Brasil. All Rights Reserved