Recaps The L Word Episódio 1x06 - Losing It

| |

Atenção Ladies!!! Atenção!!! Voltamos com nossa programação semanal dos Recaps, Recaps... Recapitulação, repescagem, revisão. Lembram?! Quanto tempo, não é?! Eu tinha esquecido como fazer esse negocinho trabalhoso, mas aparentemente apreciado por muitas de vocês. Eu só o aprecio após o término... O findado... O finado.

Queridas... Eu tenho uma pergunta a vocês... O que quer dizer Losing It... Poderia colocar um destes coelhos espertos e branquinhos pra vocês, mas fiquei martelando este nome e, evidentemente, o seu significado com o episódio que teremos aqui recapitulado... E me peguei intrigada, na verdade, fiquei como que em meditação... Isso mesmo, não achem graça. Imaginem... Euzinha horas a fio pensando sobre o significado de uma EXPRESSÃO e ao mesmo tempo me perguntando o que fez Mama Chaiken colocá-la para encabeçar um episódio de sua mais célebre criação? Neste movimento nirvânico eu perdi o horário do pôr do sol.

Este horário é muito importante pra mim... É um horário onde a luz dança e legitimamente cria o CAOS... Um caos organizado por vezes e em outras completamente psicodélico... Acho que é aí que as coisas se encaminham... O CAOS e seus MONSTROS. Bem vocês, minhas participantes Lez Girls, terão que tirar a prova. Recomendo meditarem sobre o implícito neste episódio e se possível perceberem como há fatos que poderão reverberar até mesmo na 6ª temporada... Isso não é um blefe de pôquer... Garanto-lhes.

Ah! Uma outra pergunta. Vocês sabem ser intimas? Essa intimidade tem limite? E se não tiver... Nos perdemos? Queridas... Isso é efeito de um devaneio... Um devaneio com a filha do CAOS... Ou pode ser um efeito Jenny e seu castor.

Este Recaps é encaminhado a Lez Girls específicas... São elas: Juliana, Carol Sá, Gê Stelmach, oograzioo, Nara Rúbia, Bel e outras tantas que fazem a minha alegria neste Lesboblog... Apreciem este que segue serelepe... O Recaps do 1x06 Losing It. E saibam que estou atenta a suas mais leves pegadas My Ladies.


Por Scribegrrrl do AfterEllen
e Euzinha mesmo

Jennny trying to get back home after Tim ditched her Tina on the phone leaving frantic messages for Bette about Marcus' crazy girlfriend

ESTA SEMANA O VOCABULÁRIO DE THE L WORD TEM:

  • Slurpee: Apenas uma coisa para um desejo que consome o fim de noite.
  • Sensibilidade: Alice consegue encontrar algo onde todo mundo só vê inutilidade.
  • Frustradas: Dana e Lara, de várias maneiras.
  • Desordem: A decomposição do eviscerado talento literário de Jenny.
  • Inteligência da Mente e do Corpo: O que você não deve tomar para dormir em uma festa.
  • Bestial: (adj.) Bacana, excelente, maravilhoso. Como Shane é.
  • Processo: Você sabia que eventualmente iria aparecer.

CONVIDADOS-LÉS DA SEMANA: Devon Gummersall está de volta como Lisa o homem lésbica-identificado; Lisa Gay Hamilton se orgulha das realizações de Bette. Ou seja, duas... Duas Lisas lésbicas em um show!

UM PROJETO DE FILME ESCOLAR, a.k.a. O PRELÚDIO - Nós novamente em uma lanchonete ou para alguns um restaurante típico americano. O menu é publicidade: “Peru Defumado Sierra com molho de Framboesa [sic] apimentado [sic]”. Mesmo se não fosse vegetariana, e mesmo que eles não fizessem essa mistura agridoce com a "framboesa" e a "pimenta” estaria enjoada, porque aparentemente o sanduíche é repugnante, exatamente como aquelas coisas que Bette usualmente engolia.


Aparentemente a lanchonete/restaurante fica em Detroit e isso faz Scribegrrrl reagir assim: O quê? Eu fico pensando, existem pessoas no Midwest gay? O que está acontecendo com esse país? A próxima coisa que se pensa é que as pessoas em Minnesota estão enviando seus bouquets para esperar numa fila de casamento em São Francisco.


De qualquer forma, vemos uma dupla de empregados da lanchonete/restaurante, na verdade meninas adolescentes, e não estão parecendo muito ocupadas. Em breve ouve-se um nome “Roxanne” chamado pelo gerente: "Se você tem tempo para recostar, você tem tempo para limpar”. Beleza... Uma dúvida... Quando você começa com uma atitude escrota geralmente coisas escrotas acontecem?

As meninas olham o gerente deixando a sala; Roxanne o chama de idiota. Então ela dá um sorriso, meio Monalisa, para a outra garota e elas começam a se ocupar (se é que vocês me entendem)... O gerente resolve voltar e pára em frente à porta oscilante, porta essa com um belo e esplendoroso vidro como janela (perfeito!). Resumindo: Ele vigia as lésbicas adolescentes do Midwestern e começa a se masturbar.


Mais uma vez, o meu DVD está passando a série errada? Por que eu preciso ser confrontada com mais um pênis descontrolado cada vez que revejo este show? Que "L Word" é este: Um tipo de forte e descontrolado desejo sexual peniano? Ou um tipo de: Que sorte, eu ainda estou assistindo! Além disso, por que é que a música do fundo soa como algo que você ouve em uma pista de skate em 1976?


UMA BOATE GAY — Shane é a única garota da cidade! Você sabe, mesmo rodeada por todos estes descolados twinks, alguns dos quais são tão bonitos quanto ela, continuo a dizer que a Shane não parece nada como um garoto. Mas o seu amigo do episódio passado - o Clive – a apresenta para o “quero ser seu doce-papai” que a vê exatamente como isso, e que está chocado por ela ser "uma garota, uma do sexo feminino". Harry (o quero ser seu doce-papai) manifesta o seu desapontamento: "Androginia confunde, não é mesmo?". Às vezes, talvez... Mas o que é mais confuso sobre Shane é o fato de que tantas mulheres se lançam sobre ela. Pois bem, são seus cabelos obviamente.


NA CASA DE TIM —Tim levanta da cama e balança a cabeça suspirando, olha o relógio que marca 2:59 da manhã. Ele põe suas luvas de sparring e marcha com um olhar decidido em seu rosto. Pobre Tim. O que você vai fazer: Ir atrás da Marina? Ou apenas começar a jogar todos as coisas de Jenny fora? Isso seria engraçado. Então... Nós não chegamos a ver Marina. Ei, siga em frente Tim!






NA CASA DE BETTE E TINA — Aparentemente Tina não consegue dormir, por isso ela está lendo "O que esperar quando você está esperando". Bette vem chegando aos poucos, olhando para ela e olhando deslumbrante (Que coisa! Como pode ser tão, tão!). Ela dá a Tina uma massagem nos pezitos, e pergunta se há alguma coisa que possa fazer por ela, e se Tina teve enjôos... Continuando com os cuidados, Bette diz a Tina que ela pode "dormir no avião durante a viajem" e que elas também tem algum tempo no hotel antes da abertura. Oh, mais um pouco da elevada arte!


Bette pergunta a Tina: "Se ela pudesse ter alguma coisa neste momento o que seria?" Tina perde o sinal dado, insistentemente por Bette, para dizer como resposta "você"... E em vez disso, diz que gostaria de algo gelado e doce. Bette desperdiça a oportunidade de encontrar algumas utilizações criativas para gelados; em vez disso, ela se oferece para trazer um Slurpee. Bette diz "Slurpee" duas vezes, e ele começa a soar saboroso para mim também. Ah Bette!!

UM BAR GAY — Clive conta que ele e Shane utilizaram alguns truques para trabalhar nas ruas de Santa Mônica. Mas Shane "apenas fazia trabalhos manuais nos clientes" e não importa quanto dinheiro lhe oferecessem. Harry manifesta interesse nessa idéia, mas Clive explica que Shane é agora uma cabeleireira, ou talvez apenas uma aspirante à menina xampu. Harry pergunta a Shane se ela é "boa”, e eu tenho um flash back que me leva ao gerente da seqüência de abertura. Mas Harry esta perguntando sobre o cabeleireiro, e não sobre o trabalho das mãos. Ele vai enviar a Shane uma cliente. A esposa de seu parceiro comercial. Então, Harry está tentando acabar com o casamento de seu parceiro comercial?

Shane pega alguma coisa das mãos de Clive para cheirar. E ela o faz sem fazer qualquer pergunta aos outros... Porque é claro que essa é a coisa cool e estúpida a fazer. Ela fica surpresa ao perceber que não é cocaína. O problema é que é Oxy: Uh-oh, Shane. Não vá se transformar em Ted do QAF (Queer as Folk) ok? Eu sei que eu disse que você estava "uma bagunça" no episódio passado, mas era brincadeira.

NA CASA DE TIM — Tim está batendo furiosamente em seu saco (Ops). Saco de pancadas (Aquele que se usa para praticar o boxe). Sua forma de socar demonstra toda a sua fúria e blá, blá. Então nossa Bette, retornando com o Slurpee de Tina, pergunta se ele quer falar a respeito... Entendem... Tipo, bater um papo. Não, na verdade, ela está aí com o Slurpee de Tina e alguma simpatia por Tim. Afinal de contas, como a Rainha da Monogamia, ela deve oferecer seus conhecimentos especializados na matéria relacionamento. Então ela se senta lá e suga o Slurpee de Tina... Olhem, isso não é um duplo sentido. Agora, simplesmente porque inferno ela não vai dar a Tina o seu Slurpee antes de oferecer uma sessão de psiquiatria amorosa para homens héteros?

E continuando, ela explica que Jenny é uma escritora, portanto, "necessita de experiências”. Ah, qual é Bette. Se Tina fosse uma escritora e a traísse, você nunca iria aceitar isso como uma desculpa. De qualquer forma, na defesa do dykedom em geral, Bette acidentalmente deixa escapar que sabia que Marina e Jenny ficaram juntas a mais tempo do que Tim imaginava. Tim se aborrece e entra em sua casa. Ok, agora nós podemos, por favor, dar a Tina seu maldito Slurpee?


NO MEIO DO NADA — Jenny estava aparentemente tendo uma necessidade e um irresistível desejo de experienciar a imobilidade de ficar sentada em um punhado de ervas daninhas à beira de uma estrada de mão dupla. Sendo, assim, ela se obriga caprichosamente a fazer exatamente isso, porque ela é uma escritora e escritores fazem coisas assim.

Tudo faz o maior sentido agora. Com exceção da carta que ela estava escrevendo a Tim, que é pretensiosa e estúpida: "Tim, para você, meu coração, arrancado do meu peito. Eviscerada, eu estou". Jenny, para você, meu jantar, rejeitado do meu estômago. Entediada, eu estou. Além disso, Shane é o Yoda dentro deste show, e não você. E se você está indo vagar pelo lado selvagem do país, a fim de obter a experiência que anseia, poderia aproveitar e caçar algum talento, quem sabe você encontra algum por lá. Hein?! Fui vil, não fui? Às vezes eu sou.


NA CASA DE BETTE E TINA — Bette está arrumando a mala e procurando um carinho básico; Tina está enjoando e não está se sentindo tão carinhosa. Bette tenta tranqüilizar tudo, mas Tina parece pouco apta a enfrentar uma viajem.

Bette: Sabe o quê? Sua saúde é de longe a coisa mais importante na nossa vida neste momento. E se você precisa ficar em casa, tudo bem.
Tina: Tem certeza? Quer dizer, isso é tão importante para você. Eu realmente quero estar lá.
Bette: Quero que você vá também. Mas sabe o quê? Eu quero que você faça o que seu corpo está dizendo a você para fazer.

Não diga isto a ela! Isto é exatamente a coisa que coloca a todos em problemas nesse show!












Bette diz que não quer ir, mas ela vai. Tina parece aliviada. Você sabe o quê, Bette? Quando as pessoas dizem "você sabe o quê" como você fez na cena, normalmente é um sinal de racionalização ou insinceridade ou alguma outra coisa que não é do feitio da Rainha da Monogamia. Tsk, tsk.

THE PLANET — Algumas mulheres estão decidindo se elas precisam de go-go bailarinas, garotas sexies e quentes ou super-butch que não tirem as roupas. Uma de cada uma, talvez?! Alice esta meio que escutando e virando os seus olhos - Assim como eu! As mulheres se questionam como vão chamar o evento que estão planejando: "Molhadinha", "Grandes lábios", ou "Vulva". Elas decidem, e adoraram "Vulva". Uma delas pergunta se as pessoas não vão ficar chocadas, mas uma outra responde apenas assim: “Fodam-se! Não temos que aceitar um monte de pênis em nossa cara todos os dias da semana?”. Sim, exatamente: Então, por que razão todos os pênis presentes neste show? Mais Vulva, por favor!

Alice liga para Shane para lhe dizer que suas colegas de quarto estão a dizer “Vulva” (as que planejavam o evento) como se elas tivessem a síndrome de Tourette. Bah! Nós também ficamos sabendo (por Alice) que Dana e Lara foram ao The Planet mais cedo, dando a Alice vibrações do tipo: "Nós fudemos toda a noite e nada no mundo mais importa". Uau! Por outro lado... Não, isso não é legal: Por que nada disso eu vi - A foda ou a vibe ou qualquer outra coisa na minha TV? Tudo sobre as coisas de Dana/Lara estavam acontecendo em offstage, enquanto o masturbador teve os seus momentos na seqüência de abertura!

Lisa o homem lésbica-identificado aparece para salvar Alice de seu aborrecimento, mas Alice desejava, na verdade, que a Shane estivesse ali para ser "mal humorada e cínica" com ela, e você? A Lisa o homem lésbica-identificado pergunta-sobre-a-mãe de Alice, e mais uma vez aparece como eu-sou-tão-sensível-eu-vou-chorar... Cara! Talvez androginia confunda, mas isso é ridículo.

Lisa o homem lésbica-identificado faz um discurso sobre o fato dos irmãos de Alice acreditarem que ela está sempre disponível para ajudar a família com os problemas, isso porque ela não está fazendo o tipo casada-com-crianças, portanto não tem vida real. Sim, todos nós temos visto isso acontecer. Isso não é nenhuma novidade e também não dá razão para ir correndo para os braços de um homem lésbica-identificado. Mas Alice parece impressionada.

THE PLANET — Tina chega e parece muito bem, mas imediatamente fala sobre o modo como está enjoada, e sobre seus planos de ver um chinês herbalista. Lisa a Super Sensível se oferece para pegar algum chá e Tina diz algo como "Eu posso resolver isso sozinha". Ah, eu quero assistir isso, vocês não?! Continuando, ele diz que a inveja e que seu corpo nunca irá passar por esta experiência louca. Tina dá um olhar a Alice que diz: Que inferno é este cara louco/vulva/qualquercoisa? Alice, infelizmente, ainda parece um pouco impressionada.


NA CASA DE TIM — Tim liga para o hotel em Tahoe para verificar se Jenny fez o check-out. Hum, porque é que você não fez isso antes, se você realmente estava preocupado com ela? Ah é verdade: Você estava muito ocupado slurping a sua tristeza com Bette.

LUGAR ALGUM — O polegar de Jenny está tentando uma carona. Ela continua a oratória sobre os órgãos que ela pretende dar a Tim (já que ela é tão eviscerada, claro). Jenny vá em frente, pegue essa carona aleatória no SUV que parou para você: Eu estou esperando por uma re-criação do Texas Chainsaw Massacre (Massacre da Serra Elétrica). O original, e não o remake.


NA DELEGACIA — Tim está tentando fazer o seu boletim sobre o desaparecimento da mulher, mas o funcionário da polícia diz que ele vai ter de esperar 48 horas. Um casal de homossexuais masculino está na fila e obviamente querendo a sua vez no atendimento, mas parece que Tim necessita narrar a história de como sua esposa o enganou com uma mulher. Triste como a história é, e como é estranho que o Tim seja tão rápido para dizê-la a estranhos. A polícia, ainda assim, não pode ajudar. Tim repete que ele é apenas uma vítima de heterofobia, e que se estivesse sendo feito um relato do seu namorado, em vez de uma mulher desaparecida, o policial estaria disposto a ajudá-lo. Tim vai embora. Já pedi desculpa para você Tim. Pare com isso agora.

LATHER — A nova cliente da Shane chega, e está à espera do tratamento especial. Shane continua a descer - ou a subir, eu suponho – por causa do oxy. O seu patrão diz a ela para levantar e limpar-se. A nova cliente, Ellie Zimmer, quando descobre quem é a Shane parece ficar bastante satisfeita. Sim, você deve esperar para vê-la quando ela está acordada e tomada banho! Na realidade, eu não sei... Nós nunca a vimos assim? Ou vimos?!


UM SUV SERIAL KILLER — Jenny foi pega por dois "desfavorecidos adolescentes" - É como o site Sho.com os descreve. Um deles oferece alguns cogumelos a Jenny; ela pega um punhado. Sabia que uma das definições de "cogumelo" é "castor"? Significado da cor - Cor acastanhada, que isso é típico de cogumelos e castores. É verdade. Verifiquem no dicionário. Tenho certeza que Jenny pode dar uma mão, porque ela é uma escritora da palavra impulsiva e do encontro com a impulsiva experiência. Oh, não, isso seria o encontro com o incorrigível, não o impulsivo.


De qualquer maneira, eu acho que este estado de espírito alterou o episódio: Shane tem seu oxy, Tina tem o chinês herbalista, Jenny tem seu cogumelo, Bette na Big Apple, e Alice está encantada por um cara especial. Gostaria de acrescentar Dana e Lara a esta lista, mas eu não posso, porque elas não apareceram ainda na maldita tela.

Um dos adolescentes desfavorecidas pergunta a Jenny por que ela está ali. Ela começa a divagar sobre quanto ela ama Tim, e de como ela "caiu" (talvez uma brisa sopre e ela caia novamente) ao conhecer uma mulher chamada Marina. A desfavorecida que dirige pergunta se ela é uma lésbica. Jenny sorri e cobre sua boca como uma menina tola e diz que não sabe. A motorista desfavorecida narra uma história sobre suas duas amigas, Roxanne e Katie (um momento nostálgico que nos leva à lanchonete/restaurante), elas se deram mal por se ocuparem no trabalho (lembram?!)... O gerente as viu e contou a seus pais, então foram enviadas ao internato, onde uma delas se matou. Mas o outro desfavorecido adolescente diz que elas não eram realmente as amigas da motorista. Isso parece um Afterschool Especial. Scribegrrrl aparentemente amava estes programas! Mas eles nunca foram tão pornô-suave como a seqüência de abertura na lanchonete/restaurante.

NO CHINÊS HERBALISTA — Uma mulher está falando incontrolavelmente para os outros pacientes na sala de espera; e nossa Tina acaba explicando seu caso de enjôo matutino. Marcus o doador-do-esperma sai da sala do herbalista. Tina fica entusiasmada em vê-lo e partilha a sua boa notícia com ele. O problema é que a mulher faladora é namorada de Marcus e não fica muito feliz com a doação do esperma. Ela quer saber o que vai acontecer quando ela e Marcus tiverem seus próprios filhos: Será que todos eles terão que se reunir com o filho de Bette e Tina nos feriados?



Marcus: Você está exagerando Lei.
Lei Leng: Eu estou exagerando? Você está plantando a sua semente em todo o planeta e eu estou exagerando? Você é um idiota. E isso significa que você está atrás de você mesmo. [Ha Ha!]









O recepcionista do herbalista coloca todos para fora, incluindo Tina. Na saída a Lei Leng espera por Tina e a confronta... Dizendo que legalmente eles têm direitos sobre a criança e se preciso for [ela] vai processá-la... Pobre Tina, apenas queria tomar umas ervinhas pra cessar os enjôos matinais. Bem, na verdade ela dá uma pirada e liga para Bette. Ela parece realmente traumatizada. Bette não atende ao telefone, e Tina deixa uma mensagem. Tina aparece neste episódio com um misto de passivo-agressivo. Talvez seja uma reação natural quando você é o objeto da Rainha da Monogamia.


UM SUV SERIAL KILLER— Oh Deus, Jenny está escrevendo novamente, ou na verdade, é uma espécie de sussurrando para um dos adolescentes desfavorecidos. Ela usa a expressão "mórbida diátese" e fiquei a pensar como isso é profundo, não acham?! Um dos adolescentes desfavorecido acha que isso significa que o coração de Jenny é "uma pilha de carne doente”. É, esses roteiristas se superam a cada frame. Ah! Jenny, mudou sua roupa.



LATHER — A nova cliente de Shane está impressionada com o seu novo visual e diz que "ninguém mais vai tocá-la". Sutil. Ela convida Shane para um set de filmagem; Shane diz que "parece divertido... Mas não, obrigada". Assim, a cliente deixa o seu novo número de telefone com Shane e diz a ela para ligar. Ah, Shane nunca liga, se você quiser sensibilidade, olhe para o Lisa homem Lésbica-identificado.

BETTE E TINA — Tina volta para casa e encontra uma cesta cheia de presentes na frente da casa. É de Bette. O cartão diz: "Para o meu bebê. Para o nosso bebê. Amo você, Bette". Uauuuuu! Isso é tão doce. Não estamos todas emocionadas!

Tina verifica suas mensagens na secretária... Há uma delas é de Alice avisando que Dana e Lara chegarão em breve. Iêêêê! Finalmente! E existem também mensagens da namorada demente de Marcus. Tina chama Bette imediatamente e deixa outra mensagem.


Você sabe o quê, Tina? Comunicação faz maravilhas em uma relação. Em vez de apenas dizer, "Algo horrível aconteceu", talvez você deva ser um pouco mais específica, assim Bette não tem de confiar em seus poderes psíquicos. Não é de se admirar que ela seja um super-herói tão complexo.

Dana e Lara chegam. Dana! Lara! Vocês estão neste show? Tina ainda está enlouquecida, de forma que Dana e Lara tentam ajudar. Elas acabam ajudando a si próprias:

Dana: Ok vamos ao redor da casa e certifiquem-se todas as portas e janelas estão fechadas.
Lara: Essa é uma boa idéia. Você é tão inteligente.
Dana: Não, você é mais inteligente.
Lara: Não, sou só na cozinha.
Dana: Não, e na fotografia também.
Lara: Mas você é inteligência com a mente e corpo.
Dana: Não, você é.
Lara: Não, você é!
Dana: Cale-se, eu disse primeiro.
Lara: Eu disse depois.

Elas estão rindo, flertando e se tocando de uma maneira que parece até tola, e eu não posso acreditar que me sinto feliz! Mas então elas percebem que Tina esta dando um olhar tipo: Cresçam! Ops... Então todas nós recolhemos o nosso ataque de tolice.

NA CASA DE BETTE E TINA — Apesar da distância Bette disse à gangue para marcar presença e aproveitar para fazer a noite de pôquer. Shane já está lá e cumprimenta Alice e Lisa, que acabaram de chegar. Shane diz, "bebidas na frente, poker na parte de trás”. Isso é engraçado? Ok, ela é o tipo.

Lisa entra no jogo e a aposta é um dólar à mesa. Ela coloca um outro dólar em cima da mesa: "Um para a dama". Alice olha como se encantada estivesse. Dana vira seus olhos em descrédito. Shane, fala a sua piada de bebida/pôquer de novo para distrair-me.

NYC — Bette esta deslumbrada com as luzes brilhantes da exposição de Provocações. Por favor, nada mais de pênis. Nós podemos encontrar outra forma de ser provocador? Ah, lá vamos nós: Lisa Gay Hamilton se apresenta a Bette e diz como está impressionada com sua atitude, e que é uma honra conhecê-la: "A sister que agarrou a exposição debaixo do nariz do Moca”. Esse show tem me pervertido, porque agora, quando alguém diz "nariz" e "agarrar" na mesma frase, eu aviso logo!


BETTE E TINA — Kit! Agora a festa pode começar. Shane diz a ela a estúpida piada da bebida/pôquer. Kit diz, "Nenhum dos dois, obrigado". Há, ha! Ela também tem esta grande fala: "O que está errado com a minha irmãzinha para viajar e deixe a sua esposa grávida totalmente sozinha para uma maluca chegar e agredi-la? Deixe-a vir. Gostaria que ela trouxesse seu rosto até aqui. Essa seria a última vez. Olhe para todas essas mulheres – Um olhar de dúvida para Lisa – E homem, Nós vamos acabar com ela! Iêêêê! Mais uma vez, Pam Grier para presidente!


THE PLANET — Tim está à procura de Jenny, mas encontra somente Marina, que diz a ele para se acalmar. Tim a chama de abutre. Ai ai ai, menos Tim. Marina está estilosa... E bem, gostosa mesmo. Diz que somos todos responsáveis pelas nossas próprias ações. Isso é certo. Tim resolve estabelecer uma pesquisa. Eu não aconselharia.

Tim: O que é que vocês fazem, você mulheres? Eu devia me importar? Hein? Será que conta como sexo?

Marina: Bem, você estava lá. Você viu o quanto conta.

Ai! Eu avisei. Tim não pensa assim, é claro, e empurra Marina. Marina o empurra de volta. Enfrentá-o, Tim agarra os pulsos de Marina e diz: Olhe pra mim. Acha que estou brincando? Escute Tim, você nunca será tão forte quanto Marina é de muitas outras formas, não importa quantos sacos de socar você compre. Ele sai; Marina dá uma espécie de grunhidos e continua a sua inalterável forma.


BETTE E TINA — Lisa o homem lésbica-identificado foi ao banheiro, ou em algum outro lugar. Na sua ausência, Dana decide investigar com Alice qual é da estória.

Dana: Está bem, qual é a novidade? O homem lésbico está saindo com a falsa bissexual?
Alice: Eu sou uma bissexual.
Lara: Ok estou confusa.
Dana: Bom, Lisa é um homem que se identifica como lésbica.
Lara: Então o que é isso? É como um transexual?
Alice: Não!
Dana: Eu me pergunto como ele mija. Sentado? Eu não sei. O que acha shane?
Shane: Bem, eu nunca mijei com ele. Eu não sei.
Tina: Eu só gostaria de saber se você esta afim dele como uma lésbica, ou como um homem?
Dana: Talvez você deveria se chamar de trisexual.
Kit: Merda, o que há com as pessoas e essa necessidade de separar tudo e processar cada mínimo detalhe? Se o cara quer abandonar os seus direitos de homem branco e ser um cidadão de segunda classe, então, bem-vindo ao nosso mundo!

Por esta altura Lisa retornou. Dana admite que Kit tem um ponto e congratula a Lisa por estar no clube; Shane congratula-a por estar diante dos “portões celestiais". Vulva!

NYC — Bette recebe as mensagens frenéticas de Tina e tenta ligar para casa. Tina, naturalmente, desligou o celular e o telefone. Então, Bette prontamente empacota tudo novamente e volta para L.A.

NA CASA DE BETTE E TINA — Aparentemente todos resolveram dormir na sala nesta noite de pôquer. Dana e Lara não conseguem dormir. Lara observa que todo mundo está adormecido e prossegue a desabotoar a calça da Dana. Dana tenta resistir, mas realmente não dá; a coisa fica mais quente e mais densa (posso dizer assim?) - milagre dos milagres - a câmera não corta, exceto para mostrar que Alice e Shane e Kit estão assistindo e sorrindo. Eventualmente Lara começa gemer em voz alta; Kit limpa a sua garganta, não quis deixar que a LETRA do show continuasse. Inferno, Kit! Dana e Lara param com sorrisos e embaraços. Dana cobre seu rosto com suas mãos e diz, "Deus, não é engraçado!" Na realidade, é hilário. Dana, você e Lara são excepcionalmente gostosas juntas. Finalmente, podemos ver um pouco mais de vocês. Mas ainda não foi suficiente!

THE SERIAL KILLER SUV — Eu não sei. Todo mundo está chapado e estranho.

NYC — Bette liga para Peggy Peabody a explicar porque ela tem de voltar a L.A. Então ela tenta ligar em casa novamente, mas, naturalmente o telefone continua a não atender e cair na caixa de correio cheia. Saiam do caminho: a Rainha está voltando para a colméia.


BETTE E TINA — É de manhã. Há uma batida à porta: é Marcus. Ele desculpa-se e diz a Tina que esta fazendo o seu melhor para ter tudo sob controle. Ele também diz a ela que sua caixa postal está cheia. Tina liga o telefone e fica triste que não há nenhuma mensagem de Bette. Ah, Tina, volte a poucos segundos atrás para o que disse Marcus - a caixa de correio está cheia. Ela tenta o celular de Bette, em seguida, o hotel em Nova York. Quando descobre que Bette fez o check-out ela começa a desconfiar. Olhem os sinais deste show: Quando você pisca, ai perde algo. Alice começa a procurar motivos para a saída de Bette do Hotel... Acha algumas, menos a obvia.


Certo como um relógio, Bette chega em casa neste momento. Ela não vibra por não haver nenhuma emergência. Tina dá uma espécie de desculpa para o tom alarmista dela, mas não parece ser suficiente - Bette tem todas as razões para estar irritada. Na verdade, ela poderia estar mais do que irritada, mas há muitas pessoas na sala, então a Rainha da Monogamia lembra suas tarefas e diz: "Estou aliviada por estar tudo bem! Isso é tudo o que realmente importa". Sim, diga isso a você mesma e mantenha. Parece duvidoso também para todos os outros - Mesmo para Dana e Lara, que ainda estão agarradinhas. Tina põe a culpa nos hormônios. Pobre Tina.



UMA LANCHONETE — Os adolescentes desfavorecidos deixam Jenny. Eles finalmente estão fartos de suas metáforas pretensiosas. Ou talvez ela eviscerou todo o banco de trás. De qualquer maneira, ela envia a carta para Tim. Via narrativa, ela diz que: "aconteça o que acontecer será por minha conta, no meu coração”. O quê? Você vai assumir a responsabilidade agora?


PRÓXIMA SEMANA NO RECAPS THE L WORD: Shane dá uma festa; Tim bota Jenny para fora; Dana diz para Lara parar de tocá-la.

[P.S. Um coelhinho sonoro para vocês gravarem ou só ouvirem... Escolham e apreciem.]



5 comentários:

LezJour disse...

Post gigante...
E valeu à pena cada segundo gasto para lê-lo!!
Muito bom!!!!
A parte do Slurpee, a parte do Tim socando o saco (ops!), entre outras que não me vêm à cabeça agora, são hilárias, kkkkkkkkkkkkkkkk

A música tb é uma delícia...

Nara Rúbia disse...

Ei garota...mais um show de post heim...Quantos coelhinhos a seguir...vou ter muita ocupação no fim de semana (além de centenas de provas pra corrigir)...vou ter que rever toda a 1ª temporada por sua culpa (que dífícil....kkkk...)...adorei...
Obrigada pela dedicatória...
Beijo pra ti...

oograzioo disse...

....já estava com saudades das recapitulações..... :)
adorei a dedicatoria...hehehe
bjss

Carol Sá disse...

Primeiramente, obrigado pela dedicatoria :)
E putsss eu amoooo os recaps, e sabe porque? eles são gigantes, mas de forma nenhuma cansativos, e outras o seu senso de humor e suas irônias me fazem perceber coisas no eps. que não tinha percebido assistindo!!!!
Detalhe, esse eps. me fez começar a achar a Jhenny um porre, e eu teria ficado muito feliz com um Massacre nele!huauauha
Outra coisa, eu nunca entendi porque a Tina fez aquele drama todo no telefone, e naum deu nem uma dicazinha para a Bette saber o q tava acontecendo, eu passei o eps. todo dizendo "meu deus, diz logo o que tve pra mulher naum infartar la de NY..." Mas ela naum me escutou!rs
E tipo... será que alguem sabe me explicar qual era a da Lisa? Que nem disse a Alice no eps. que terminou com ela, eh a pessoa com a maior confunsão de identidade q eu já vi... impressionante!
AMEIII o post e fico feliz que ele tenha voltado!! E mais feliz ainda porque o corinthians perdeu (desculpa naum podia perder a oportunidade :D)

Carol Sá disse...

aaahhh esqueciii... adoreiiii o coelhinhu!!!!!! Otima sugestão.

Pingar o BlogBlogs

pro seu blog

Copyright © 2008 The L Word - Blog Brasil. All Rights Reserved