Com a Palavra: Hipólita

| |

Olá meninas... Hoje é sexta-feira!Eu já sei... Não é o meu dia! Mas nossa queria Madre Superiora falou, falou não... Ela mandou (Porque ela manda:"Manda quem pode obedece quem tem juízo!").

Mas então... Ela mandou que eu postasse hoje (sexta-feira).

Então estou aqui!!! Tcharâ!!!

Sou só eu, ou mais alguém se derrete pelo tom sofisticado europeu?

Imagine uma personagem com esse tom, uma beleza de tirar o fôlego, e muito pouca roupa!

Seria o que eu chamaria de total tentação! Rsrs

Então meninas... Para mexer com suas cabeças, povoar seus sonhos, e despertar a tentação em suas mentes, eu lhes apresento:

Elisabeth Braddock (Betsy) conhecida como Psylocke.

Telepata com poder mutável e de fortes proporções. Ela já mudou de corpo, tendo a aparecia de uma oriental... Mas depois retornou com seu corpo ocidental e vistoso! (Vistoso... Hehehe gostei!)


Psylocke é uma daquelas personagens que morrem e renascem com a mesma facilidade. A morte não é desafio pra ela.

Além de ser um colírio, essa mutante é também uma ninja perita em assassinatos lentos e invasão de locais bem guardados.


Ela também pode ser considerada uma destruidora de lares, já que foi pivô de várias brigas e separações de casais dos quadrinhos.

Psylocke já fez parte de várias equipes, já se bandiou para o lado dos vilões, mas nunca com uma índole má. Ela sempre volta para o lado dos mocinhos.

Mas Betsy não é só um rostinho bonito, ela é formada em relações exteriores, pena que nunca pode exercer o ofício, já que logo cedo, após se formar, foi convocada para ser uma agente secreta. Trabalhando para a S.H.I.E.L.D. ela aprendeu a usar de seus artifícios telepáticos e as formas que a Deusa lhe deu para descobrir segredos de estado e manipular homens poderosíssimos.

Não só homens né?!


Bom... Psylocke infelizmente é uma personagem muito inconstante nas histórias, já que ela morre muito (odeio isso), porém quando aparece... Tem sua presença marcada, afinal, curvas como as dela são impossíveis de não serem notadas. Sem contar que ela bate com vontade, tem um certo tom de agressividade, que pode até assustar os vilões mais malvadões.


Bom meninas... Deliciem-se com essas imagens, e façam uma pequena viagem acompanhada dessa agente secreta de dotes dão extensos e volumosos! (Quanta protuberância!)


2 comentários:

Del. disse...

Meu Deus! Eu simplesmente AMO a psylock! Fiquei de luto anos quando ela faleceu =///

Beijos

Papillon disse...

Como sempre é mais uma novidade para minha pobre vida dos quadrinhos....ual que gatinha, em?

Bjs.

Pingar o BlogBlogs

pro seu blog

Copyright © 2008 The L Word - Blog Brasil. All Rights Reserved